Novidades

Câncer do colo do útero é o terceiro mais comum entre mulheres no Brasil

O câncer do colo do útero ou câncer cervical é causado pela infecção do Papilomavírus Humano (HPV). Mesmo podendo ser assintomática em sua fase inicial, na maioria dos casos, a doença tem um tratamento com bons resultados. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), até 16.370 novos casos devem ser registrados em 2019, sendo esse o terceiro câncer de maior incidência em mulheres, com exceção do câncer de pele não melanoma.

O HPV é um tipo de Infecção Sexualmente Transmissível (IST). O vírus pode infectar a pele ou as mucosas (oral, genital e anal), tanto de mulheres quanto de homens. Existem diversos tipos de HPV, dentre eles, o HPV-16 e o HPV-18 são responsáveis por cerca de 70% dos casos de câncer do colo do útero.

Para prevenir este tipo de câncer, devem ser adotadas as medidas de prevenção do HPV. Uma delas é o uso de preservativo durante as relações sexuais, sendo o preservativo feminino o de maior proteção. Outra medida, considerada a mais eficaz, é a vacinação contra o HPV. Ela é disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) para meninas de 9 a 14 anos e para meninos de 11 a 14 anos.

O exame de Papanicolau, exame ginecológico preventivo mais comum para identificar lesões precursoras do câncer, também é uma maneira de prevenção. Com ele, sinais podem ser identificados de maneira precoce, garantindo melhores resultados no tratamento.

Existem alguns fatores que aumentam o risco para a doença, são eles: o início precoce da atividade sexual, relações sexuais com vários parceiros, o tabagismo e o uso prolongado de pílulas anticoncepcionais.

Em casos mais graves, a doença pode apresentar sangramento após uma relação sexual, secreção vaginal e dor abdominal associada a dores urinárias ou intestinais.

Fonte: Blog do Câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Clique para iniciar o atendimento