Novidades

Pesquisa aponta que cânceres são causados por erros de duplicação do DNA

26 de maio de 2017 Notícias

Pesquisadores da Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos, publicaram um estudo que aponta os erros de duplicação do DNA como a causa de dois terços dos cânceres. Isso significa que a chance de uma pessoa desenvolver uma mutação maligna deriva muito mais do azar do que de causas externas ou genéticas. A pesquisa foi feita com base em análise de um modelo matemático que relaciona o sequenciamento de DNA com dados epidemiológicos de todo o mundo.

O professor Oswaldo Keith Okamoto, do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências (IB) da USP, explica que erros durante o processo de duplicação do DNA são bastante comuns e em geral eles não causam danos ao organismo. O que surpreende, segundo o professor, é a proporção de mutações cancerígenas que é atribuída aos erros de divisão celular.

Entretanto, Okamoto alerta que dois terços podem ser um número superestimado. “É possível que haja fatores ambientais, ainda desconhecidos, que contribuam para a ocorrência dessas mutações somáticas. Outro ponto é que a eficiência de reparo do DNA, assim como uma predisposição a esses danos, pode também ser geneticamente determinado”, afirma. Ainda assim, o professor destaca a importância de pesquisas desse tipo, que trabalham com sequenciamento genético, para a ciência e para os estudos de causa de câncer.

É importante ressaltar, porém, que, apesar do resultado do estudo, as pessoas não podem se descuidar das causas externas. Justamente por não se conhecer, com exatidão, a influência dos fatores ambientais e genéticos nas mutações celulares, que os cuidados com elementos de riscos devem continuar. É conhecido que práticas como uso de tabaco, exposição a radiação, entre outros fatores, são causas de muitos dos cânceres conhecidos.

Fonte: Science

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *