Novidades

Aprendendo com o câncer

A farmacêutica bioquímica Savanna Duarte, de 34 anos, faleceu no início do mês, como mais uma vítima do câncer de colo do útero. Há sete meses ela tentava combater a doença. Ela escreveu nas redes sociais o que tinha aprendido com o câncer e sua declaração serve como um estímulo para os que continuam nesta luta. Acompanhe:

savanna_jpg

“Vou dizer o que eu aprendi de positivo quando eu descobri que estava doente:

  • Ser amada é a melhor coisa da vida.
  • Enfermeiros são heróis.
  • A amizade verdadeira levanta até defunto.
  • Animais de estimação sabem consolar.
  • Aqueles de onde menos se espera, são os que mais ajudam.
  • É realmente possível viver sem comida por 7 dias.
  • Idade e maturidade são coisas diferentes.
  • Rir é o melhor remédio.
  • Fazer piada da desgraça ajuda a processá-la.
  • Sua família estará contigo até quando ninguém mais estiver.
  • Filmes e desenhos animados são um bom passatempo para esquecer das dificuldades.
  • Morrer não é tão assustador quanto parece.
  • Se cobrar menos te deixa mais feliz.
  • Estabelecer limites para as pessoas a sua volta é importante.
  • A saúde é o mais importante de tudo.
  • Comer é um prazer divino.
  • Algumas pessoas estranhas serão mais gentis do que as que você conhece faz tempo.
  • É possível se tornar uma pessoa melhor depois do câncer.
  • Tudo está aonde deveria estar, mesmo que não consiga ver isso agora.
  • O câncer te traz novas amizades, muito especiais.
  • Você vai amadurecer uns 10 anos em poucos meses.
  • Uma hora, as agulhas param de doer ao furarem a pele.
  • Câncer não é a doença mais triste que existe.
  • Suas conquistas serão inúmeras.
  • Todo mundo vai saber seu nome.
  • Vai se tornar cliente vip dos lugares que frequenta.
  • Vai receber pequenos agrados e sorrisos.
  • Vai poder dizer muitas vezes: “por experiência própria, acho que…”.
  • Vai economizar horrores com salão, depilação e manicure.
  • Vai ser mimada e constantemente agradada.
  • Vai ser capaz de amar mais intensamente.
  • Vai olhar a natureza, o céu e os pássaros como nunca viu antes.
  • Se tornará mais sensível para perceber as necessidades verdadeiras do mundo.
  • O amor conserta tudo.
  • A dor não é eterna”.

Fique atenta!

shutterstock_317585645

A morte de Savanna serve como alerta em relação a esse tipo de câncer que é o segundo que mais mata mulheres em todo mundo, perdendo apenas para o câncer de mama. O exame preventivo do câncer do colo do útero, conhecido como Papanicolau, é a principal estratégia para detectar lesões precursoras e fazer o diagnóstico da doença. O exame pode ser feito em postos ou unidades de saúde da rede pública que tenham profissionais capacitados.

Quem deve fazer? Toda mulher que tem ou já teve vida sexual e que estão entre 25 e 64 anos de idade. Devido à longa evolução da doença, o exame pode ser realizado a cada três anos. Para maior segurança do diagnóstico, os dois primeiros exames devem ser anuais. Se os resultados estiverem normais, sua repetição só será necessária após três anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *